Tel: 11-2365-0744 / 94898-0000 / 99637-6186

Mail: Joaquim@intermeioscultural.com.br

​Mail: Vendas@intermeioscultural.com.br

 

Horário de Funcionamento

Segunda à Sexta

10.00h - 18.00h

© 2015

  • w-googleplus
  • w-facebook

A política ao fio da espada: Caxias e a consolidação dos interesses brasileiros no Rio da Prata (1824-1852)

Leonardo dos Reis Gandia

Consagrado como  herói nacional do período imperial no Brasil, Luis Alves de Lima e Silva - barão, conde, marquês e depois duque de Caxias - é comumente lembrado por seu papel como chefe militar mais do que por sua atuação política nos vários cargos que ocupou. É exatamente essa faceta que o excelente trabalho de Leonardo Gandia ilumina,  oferecendo com isso uma perspectiva privilegiada para apreender as dimensões interna e externa do processo de consolidação do Estado brasileiro em meados do século XIX. O autor mostra como, usando de grande talento político para negociar e estabelecer compromissos, Caxias atuou na pacificação do Rio Grande do Sul durante a Revolução Farroupilha, preparando ao mesmo tempo o terreno para que o Império pudesse enfrentar os conflitos e defender seus interesses no Rio da Prata. Mostra também o desempenho de Caxias no Senado entre 1846 e 1851, quando lutou para cimentar a reconciliação entre a província do sul e o Império, condição fundamental para o sucesso da intervenção brasileira no Prata, na qual tomou parte ativa, como militar e como político, em 1851 e 1852. A partir da figura de Caxias, Leonardo Gandia joga luz sobre as múltiplas relações envolvidas na consolidação do Estado: entre a parte e o todo, entre o interno e o externo, entre a força e a negociação.

 

Gabriela Nunes Ferreira – Unifesp

SUMÁRIO

PREFÁCIO, Monica Duarte Dantas

INTRODUÇÃO

CAPÍTULO 1 – Do militar ao político: Caxias, da pacificação da Farroupilha ao Senado imperial (1842-1851)

1.1. Arranjos políticos com os rebeldes do sul (1842-1845)

1.2. Ecos da Farroupilha: os primeiros anos de Caxias no Senado (1846-1851)

1.3. A reconciliação entre Império e província: a preparação para a guerra

CAPÍTULO 2 – De volta ao campo de batalha: Caxias na campanha contra Manuel Oribe (1851)

2.1. A “Questão Platina”: política e guerra

2.2. O caminho de volta ao sul: a nomeação do “bom general”

2.3. À espera do inimigo e do aliado: o avanço sobre o Estado Oriental e as tensões na relação com Urquiza

CAPÍTULO 3 – Mais político que militar: Caxias na construção de uma nova política brasileira no Rio da Prata (1851-1852)

3.1. No Uruguai recém-pacificado: a montagem do novo sistema político

3.2. Rumo ao outro lado do Prata: a aliança contra Rosas e a batalha de Caseros

3.3. Acertos finais: a política ao fio da espada

CONSIDERAÇÕES FINAIS

ANEXO 1 – Convênio de 29 de maio de 1851

ANEXO 2 – Convênio de 21 de novembro de 1851

FONTES

BIBLIOGRAFIA

 

​ISBN: 978-85-8499-181-5
Formato: 16x23 cm​
​Paginas: 204

​Preço:R$ 48,00