Tel: 11-2365-0744 / 94898-0000 / 99637-6186

Mail: Joaquim@intermeioscultural.com.br

​Mail: Vendas@intermeioscultural.com.br

 

Horário de Funcionamento

Segunda à Sexta

10.00h - 18.00h

  • w-googleplus
  • w-facebook

© 2015

Arquitetura militar em Salvador da Bahia – séculos XI a XVIII

 

Filipe Eduardo Moreau

 

Há pelo menos três fortes bastante “populares” na Bahia, reconhecidos dos cartões postais: o de Santo Antônio da Barra (que abriga o famoso farol), o de São Marcelo (que fica no mar, em frente ao centro histórico) e o de Santa Maria (no Porto da Barra, que hoje seria irreconhecível sem ele). Mas só na “Cidade da Bahia” (sem contar o Rio Vermelho e o Recôncavo) há outras 10 construções militares de grande importância histórico-arquitetônica, que estão também preservadas. Apenas para citar uma, o forte de Monserrate, trata-se de preciosidade rara: foi construído ainda no séc. XVI, seguindo o projeto de um engenheiro italiano, Baccio di Filicaia.

Desde a Antiguidade a cidade era uma fortificação. Se até o Renascimento ela precisou ser murada, o tipo de defesa que veio a seguir (os fortes isolados, que podiam cruzar fogo) já chegou como parte das novas necessidades urbanas, ao lado de palácios governamentais, alfândegas, fóruns, praças, áreas residenciais, áreas de comércio e de circulação.

Por trás dessas edificações ainda existentes, se descobre a história do nosso urbanismo colonial. É a história que se resgata com este livro.

 

 

​ISBN: 978-85-8499-043-6
Formato:16x23 cm​
​Paginas: 532
​Preço:R$ 60,00