Foucault, Simplesmente – textos reunidos

Salma Tannus Muchail

A filosofia, palavra transgressora... Pertencente ao seu tempo, o gesto filosófico pode ser também capaz de excedê-lo [...]. Mas como transgredir se as filosofias, como outros saberes e práticas, estão calcadas nos solos das épistemes e tecidas nas redes dos dispositivos? [...] Essas histórias que inserem a urdidura das filosofias nas tramas de objetos, saberes e práticas diversificados e as situam como peças de dispositivos historicamente dominantes não fazem, necessariamente, apenas atrelar as filosofias ao estabelecido. Abrem também a possibilidade do discurso de resistência [...] trata-se, se se quiser, de procedimentos que delineiam um modo outro de história da filosofia como estratégia de criatividade na contraface de dispositivos estratégicos estratificados. Finalmente, reunindo as reflexões que acabamos de sugerir, poderíamos acrescentar: para que a filosofia possa ser um olhar atento sobre o presente, um pensamento sem morada, uma palavra interrogante, é preciso que ela seja – antes de tudo e após tudo – exercício de vida, modo de existência.

 

SALMA TANNUS MUCHAIL

SUMÁRIO:

 

Apresentação........................................................................... 7

 

Capítulo I – A TRAJETÓRIA DE MICHEL FOUCAULT..... 9

 

Capítulo II – A FILOSOFIA COMO CRÍTICA DA

CULTURA............................................................................ 23

Filosofia e/ou história?..................................................... 23

 

Capítulo III – O MESMO E O OUTRO............................... 41

Faces da história da loucura............................................. 41

 

Capítulo IV – EDUCAÇÃO E SABER SOBERANO......... 55

 

Capítulo V – O LUGAR DAS INSTITUIÇÕES NA

SOCIEDADE DISCIPLINAR.............................................. 65

 

Capítulo VI – DE PRÁTICAS SOCIAIS À

PRODUÇÃO DE SABERES................................................ 79

 

Capítulo VII – FOUCAULT E A LEITURA DOS

FILÓSOFOS......................................................................... 91

 

Capítulo VIII – OLHARES E DIZERES............................ 103

 

Capítulo IX – DEMOCRACIA COMO PRÁTICA –

Algumas reflexões a partir de Michel Foucault e

Cornelius Castoriadis.......................................................... 115

 

Capítulo X – “... COMO NA ORLA DO MAR,

UM ROSTO DE AREIA” – Notas sobre maio de 68......... 123

Capítulo XI – MICHEL FOUCAULT E O

DILACERAMENTO DO AUTOR..................................... 131

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS............................... 141

FOUCAULT SIMPLESMENTE.jpg

​ISBN: 978-65-86255-42-3 
Formato: 16x21 cm​
​Paginas: 148

​Preço:R$ 40,00