Tel: 11-2365-0744 / 94898-0000 / 99637-6186

Mail: Joaquim@intermeioscultural.com.br

​Mail: Vendas@intermeioscultural.com.br

 

Horário de Funcionamento

Segunda à Sexta

10.00h - 18.00h

  • w-googleplus
  • w-facebook

© 2015

Fronteiras e territorialidades – miradas sul-americanas da Amazônia à Patagônia

Carlo Romani, Carla Menegat e Bruno Aranha (orgs.)

 

Margarita Serje . Francivaldo Alves Nunes . Adilson J. I. Brito . Julio César dos Santos, Luciene Aparecida Castravechi e Vitale Joanoni Neto. Vanderlei Vazelesk Ribeiro . Simei Maria de Souza Torres . Carla Regina Assunção Pereira . Carlos Alberto Vieira Borba . Silvia Ratto . Cesar Augusto Barcellos Guazzelli . Carla Menegat . Hevelly Ferreira Acruche . Alberto Daniel Alcaráz . Ana Carollina Gutierrez Pompeu . Mariana Flores da Cunha Thompson Flores . Moema de Rezende Vergara

 

A histórica condição de fronteira (entendida como zona de contato e fluxos dos mais diversos), tanto do espaço amazônico quanto do espaço platino, impõe a necessidade de se pensar suas intensas e duradouras conexões com as áreas vizinhas, tanto aquelas do território brasileiro (ou luso-americano, no período colonial) quanto as demais áreas do continente. Essas conexões viabilizaram a constituição de rotas econômicas, políticas, culturais e de migrações, inserindo tanto a Amazônia, quanto as áreas da bacia do Prata em dinâmicas mais amplas do que as exclusivamente locais ou regionais. Os estudos sobre fronteira no Brasil ainda são pensados e realizados em termos majoritariamente regionais, pouco se inserindo na produção de uma história global, ou nacional. Salvo exceções, a fronteira na história brasileira foi e ainda é pensada em termos de limite político, pouco se usa a expansão da fronteira como modelo explicativo da conquista.

Uma obra publicada sobre o tema das fronteiras, dado o gigantismo das fronteiras nacionais, dada a expansão fronteiriça da área conquistada aos aborígenes pela "civilização" desde a época da América portuguesa até o presente, geralmente está destinada a um recorte geográfico regionalizado. Nesse sentido, organizar uma coletânea na área de História sobre fronteiras, de dimensão continental, cujo conteúdo é percebido de modo transversal a outros estudos históricos como os de escravidão, estudos agrários, história indígena, história política, guerras, contribui para situar a temática da fronteira, ainda discreta no Brasil, para o lugar central que ela ocupa em diferentes realidades históricas internacionais americanas, por exemplo, nos Estados Unidos, no México e na Colômbia, apenas para indicarmos países cujo processo de ocupação territorial e de conquista foi, em algum modo, similar ao brasileiro.

SUMÁRIO

Apresentação do volume

Carlo Romani, Carla Menegat e Bruno Aranha

 

El ‘E/estado de frontera’: Las fronteras del capitalismo en América Latina

Margarita Serje

 

Fronteiras Amazônicas

Agentes públicos e controle social em aldeamentos na Amazônia oitocentista

Francivaldo Alves Nunes

Retóricas transfronteiriças. Tópicas territoriais na incorporação do Rio Amazonas ao Império português (1746-1751)

Adilson J. I. Brito

As Linhas telegráficas do Mato Grosso ao Amazonas como estratégicas para a reocupação e apropriação de novas espacialidades

Julio César dos Santos, Luciene Aparecida Castravechi e Vitale Joanoni Neto

Na selva reina a lei da selva: Reflexões sobre a Amazônia peruana (1821-2009)

Vanderlei Vazelesk Ribeiro

Vila de Ega: espaço de sociabilidades em região de fronteira (Amazônia, 1781-1791)

Simei Maria de Souza Torres

Configurações da indústria do alumínio na Amazônia: território produtivo e relações de trabalho

Carla Regina Assunção Pereira

A aquisição de terras por estrangeiros na Amazônia Legal: a articulação do latifúndio e do capital monopolista

Carlos Alberto Vieira Borba

 

 

 

Fronteiras Platinas

La construcción del territorio nacional en espacios de frontera (Argentina a fines del siglo XIX). Una operación ideológica perdurable

Silvia Ratto

Entre a Província e o Império: As andanças de Antônio de Souza Neto e David Canabarro na Guerra da Tríplice Aliança (1864-1865)

Cesar Augusto Barcellos Guazzelli

Projetos de fronteira e de nação: o jogo de relações políticas imbricadas nas relações Brasil-Uruguai. (1830-1851)

Carla Menegat

Uma disputa por súditos: indígenas, portugueses e espanhóis nos espaços da fronteira sul (1750-1761)

Hevelly Ferreira Acruche 

Alto Paranaense y la eclosión de una elite local en el Territorio Nacional de  Misiones entre 1880 y 1900

Alberto Daniel Alcaráz

O Pampa argentino entre a civilização e a barbárie: espaços de fronteira, deserto e zonas de contato nos oitocentos

Ana Carollina Gutierrez Pompeu

Anexo: História da Ciência e Territorialidades

História da Ciência e os Estudos de Territorialidade no Brasil: uma contribuição a partir da história do Observatório Nacional do Rio de Janeiro

Moema de Rezende Vergara

Sobre os autores

​ISBN: 978-85-8499-165-5-9
Formato: 16x23 cm​
​Paginas: 326

​Preço:R$ 58,00