Hildegard Rosenthal e Alice Brill, fotografas de além-mar – cosmopolitismo e modernidade nos olhares sobre São Paulo

Yara Schreiber Dines

Não tenho a menor dúvida de que, com este livro, Yara Schreiber Dines conseguiu redefinir a importância de Hildegard Rosenthal e Alice Brill para o âmbito da fotografia entre nós, a partir de um ponto de vista peculiar, que denuncia seu próprio atravessamento e comunhão de estratégias vindas da antropologia, da história, dos estudos feministas e da história da arte, usadas com argúcia.

 

 Tadeu Chiarelli, Professor Titular do Departamento de Artes Plásticas, da Escola de Comunicações e Artes - ECA/USP, Crítico de Arte e Curador.

Sumário:

 

Prólogo – Hildegard Rosenthal e Alice Brill, fotógrafas

de além-mar: antropologia, estudos feministas e história de

arte revendo o percurso de duas artistas do pós-guerra 7

Tadeu Chiarelli

 

Introdução 11

Capítulo 1 - Hildegard Baum e Alice Brill,

formação e despertar da sensibilidade: Entre vanguardas

e sombras 15

Capítulo 2 - São Paulo na imagética de Hildegard Rosenthal

e de Alice Brill, fotógrafas imigrantes modernas 43

Capítulo 3 - O autorretrato e o alter ego de Hildegard

Rosenthal, em São Paulo, duplos em diálogo com a

fotografia moderna 89

Considerações finais 123

 

Bibliografia 125

HILDEGARD ROSENTHAL.jpg

​ISBN: 978-65-86255-39-3
Formato: 16x23 cm​
​Paginas: 136

​Preço:R$ 45,00