História, Arte e Cultura - Ensaios

Francisco Alambert

O que pode um historiador quando trata de arte e cultura na contemporaneidade? Os ensaios de Francisco Alambert não propõem uma resposta, mas desenham caminhos, configuram uma plural cartografia. Uma constelação, talvez, em sentido benjaminiano (uma referência fundamental para o historiador), constituída por momentos, obras e personagens decisivas. O leitor encontrará reflexões e inflexões, às vezes poéticas, mas sempre dialéticas, sobre os “mitos” da Semana de Arte Moderna e do Tropicalismo; sobre Mário Pedrosa e o projeto de Brasília; sobre Picasso e sua Guernica; sobre Kracauer, Benjamin e o pragmatismo de William James. Sobre a cultura “erudita” e sobre a cultura “popular”, indo da vanguarda vienense do século XIX até os sentidos das experiências históricas e estéticas de Sócrates (o jogador de futebol) e dos coletivos de cultura do MST. A constelação não se fecha. Ao contrário, se abre para qualquer um que queira pensar os dilemas e as transformações fabulosas da cultura contemporânea, entre a arte, a política e a utopia.

SUMÁRIO:

 

1. A reinvenção da Semana

2. A realidade tropical

3. Arte, Imagem, Guerra: Picasso, Guernica, Brasil

4. Mário Pedrosa: concreto e neoconcreto em revolução

5. Brasília 50 anos: o futuro do passado no presente

6. História, cultura e modernidade: uma leitura de Viena fin de siècle

7. Do ornamento ao espetáculo: Kracauer e a crítica materialista da cultura

8. O sonho pragmático: de William James a George Bush

9. Sócrates e o Brasil

10. O MST e a cultura

HISTÓRIA, ARTE E CULTURA.jpg

​ISBN: 978-65-86255-31-7
Formato: 16x23 cm​
​Paginas: 250

​Preço:R$ 45,00