Tel: 11-2365-0744 / 94898-0000 / 99637-6186

Mail: Joaquim@intermeioscultural.com.br

​Mail: Vendas@intermeioscultural.com.br

 

Horário de Funcionamento

Segunda à Sexta

10.00h - 18.00h

  • w-googleplus
  • w-facebook

© 2015

Negros nas cidades brasileiras (1890-1950)

Ana Barone; Flavia Rios

Mônica Junqueira de Camargo . Valter Roberto Silvério . Antonio Sérgio Alfredo Guimarães . Renato Emerson dos Santos . Andrelino Campos . Maria Helena Pereira Toledo Machado e Marília Bueno de Araújo Ariza . James Woodard . Lilia Moritz Schwaarcz . Matheus Gato . Petrônio Domingues . Mário Augusto Medeiros da Silva . Marc Hertzman

Os estudos dedicados à análise da questão racial no Brasil têm se multiplicado e diversi­ficado, especialmente ao longo deste século.

Em larga medida tributários da força das a­firmações identitárias do nosso tempo, a qual se soma a ampliação dos cursos de pós-graduação, as pesquisas na área distinguem-se por aprofundar o leque de compreensão das relações raciais no Brasil, do seu corolário a desigualdade e a discriminação.

Nesse cenário, a reflexão acompanha os movimentos de reivindicação em prol da igualdade racial e da superação das formas socialmente iníquas, suscitando o aparecimento de novos objetos de análise que impelem à construção de outros problemas, contemplados, sobretudo, nos cursos de pós-graduação das ciências humanas e sociais.

Negros nas Cidades Brasileiras, obra organizada pelas pesquisadoras Ana Barone e Flavia Rios, está embebida desses contextos, cuja característica central é a de explorar temas incomuns e iluminar relações entre fenômenos, permitindo aprofundar o entendimento dos vários e pouco conhecidos efeitos da escravidão, em regiões diversas do país, no momento de intensificação da urbanização, ocorrida entre 1890-1950. Tomando as cidades como espaço privilegiado à compreensão da problemática racial – São Paulo, Rio de Janeiro,

São Luís, Campinas – o livro revela o quanto a dinâmica da modernização foi racialmente excludente, produtora de agudas desigualdades sociais que têm na cor um dos marcadores mais fundos, testemunho de uma perversidade visível

no dilacerado tecido urbano atual. Nessa perspectiva, as reflexões retratam o Brasil contemporâneo, espelham os nossos dramas e apontam raízes dos nossos impasses, na esteira de obras clássicas, a exemplo de A Integração do Negro na Sociedade de Classes, de Florestan Fernandes, escrito no início da década de 1960. Desde então, a problemática racial foi assimilada no meio intelectual brasileiro como basilar ao equacionamento dos nossos dilemas. A proposta desse livro ilumina esses caminhos, abre temas infrequentes, aponta os rumos das pesquisas no campo, qualidade que o torna uma contribuição decisiva ao conhecimento dos nossos dramas cotidianos.

(Maria Arminda do Nascimento Arruda)

SUMÁRIO

Prefácio

Mônica Junqueira de Camargo

 

Introdução

Ana Cláudia Castilho Barone e Flávia Mateus Rios

 

 

1. Estados da arte: raça e cidades no Brasil

 

Uma releitura do “lugar do negro” e dos “lugares da gente negra” nas cidades

Valter Silvério

 

Formações nacionais de classe e raça

Antonio Sérgio Guimarães

 

Expressões espaciais das relações raciais: algumas notas

Renato Emerson dos Santos

 

A produção da cidade em “tons” de preto: do assentamento dos trilhos ferroviários à permanência dos campos negros na produção do subúrbio carioca (2000/2010)

Andrelino Campos

 

 

2. Aproximações históricas: significado, estrutura e ação

 

Histórias de trabalho, poupança e resiliência: escravas, libertas e libertandas na cidade de São Paulo (1870-1888)

Maria Helena Pereira Toledo Machado e Marília Bueno de Araújo Ariza

 

“Por essa estrada da justiça e da liberdade”: aspectos da mobilização afrodescendente em Campinas

James Woodard

 

Lima Barreto e a Central do Brasil: uma linha simbólica a separar o subúrbio da capital

Lilia Moritz Schwarcz

 

Espaço, cor e distinção social em São Luís (1850-1888)

Matheus Gato de Jesus

 

3. Formas urbanas da sociabilidade negra

 

“O esporte da raça”: o futebol no meio afro-paulista

Petrônio Domingues

 

Clubes Sociais Negros Paulistas, 1890-1950

Mário Augusto Medeiros da Silva

 

Brincando de índio… e muito mais: atravessando espaço (e tempo) com os Oito Batutas, dentro e fora da cidade

Marc Herzman

​ISBN: 978-85-8499-141-9
Formato: 16x23 cm​
​Paginas: 358

​Preço:R$ 58,00