SAMBA E CIDADE

Ana Barone, Gleuson Pinheiro, Maria Feitosa (.Orgs)

A consolidação do samba urbano como um gênero musical coincide com a intensificação da urbanização e expansão das cidades nas primeiras décadas do século XX. O primeiro samba gravado, Pelo Telefone, retrata uma cena urbana: a relação ambígua entre lei, repressão e jogos de azar na cidade do Rio de Janeiro nos anos 1910. Ao mesmo tempo, a gravação dessa composição, ou seja, sua inserção na nascente indústria fonográfica, guarda relações com a maneira pela qual as Escolas de Samba passariam a figurar como símbolo da cultura urbana carioca, servindo de inspiração e influência para outras regiões que tinham constituição socioeconômica semelhante, com grupos negros originários de uma mesma matriz cultural.

 

Esta coletânea reúne alguns textos que exploram de formas variadas as relações entre samba e cidade no Rio de Janeiro e em São Paulo. Parte dos capítulos, especificamente a que trata de São Paulo, foi inicialmente apresentada e discuti da na edição de 2019 do Seminário “A Cidade e a Questão Racial”, produzido anualmente pelo Laboratório de Estudos de Raça e Espaço Urbano, LabRaça, na FAUUSP. Entre eles, estão os capítulos de Gleuson Pinheiro, de Marcos Virgílio da Silva e aquele escrito pelos organizadores. A esses textos, somaram-se os convites feitos a Wallace Lopes Silva, Felipe Ferreira e Vinícius Natal, que contribuíram com reflexões sobre o Rio de Janeiro.

SUMÁRIO:

 

7 SAMBA E CIDADE

Ana Cláudia Castilho Barone

Gleuson Pinheiro Silva

Maria Gabriela Feitosa dos Santos

 

11 “NO TERREIRO DE PRETO VELHO HÁ UMA FESTA DE

YAÔ”: OS LABIRINTOS DA CASA DE TIA CIATA

Wallace Lopes Silva

 

39 LEMBRAR, DEIXE-ME LEMBRAR: SAMBA E MEMÓRIA

COMO RESISTÊNCIA NEGRA NA OBRA DE GERALDO

FILME

Marcos Virgílio da Silva

 

69 PERUCHE, CARNAVAL E METRÓPOLE

Ana Cláudia Castilho Barone

Gleuson Pinheiro Silva

Maria Gabriela Feitosa dos Santos

 

93 MIGUEL MOURA: NEGRITUDE, PINTURA E CARNAVAL

NAS ARTES CARIOCAS

Felipe Ferreira

Vinícius Ferreira Natal

 

115 AS ESCOLAS DE SAMBA NEGRAS DA PERIFERIA E A

HIERARQUIA DO CARNAVAL PAULISTANO: DIFÍCEIS

ACESSOS

Gleuson Pinheiro Silva

 

139 SOBRE OS AUTORES

SAMBA E CIDADE.jpg

​ISBN: 978-65-86255-63-8

Formato: 16x23 cm​
​Paginas: 142

​Preço:R$ 45,00