Tel: 11-2365-0744 / 94898-0000 / 99637-6186

Mail: Joaquim@intermeioscultural.com.br

​Mail: Vendas@intermeioscultural.com.br

 

Horário de Funcionamento

Segunda à Sexta

10.00h - 18.00h

  • w-googleplus
  • w-facebook

© 2015

“São Paulo, capital geográfica do Brasil” – a exposição do IV centenário de São Paulo e a formação do território brasileiro na escrita histórica de Jaime Cortesão
 

David Ribeiro

Na organização do livro e por meio de uma escrita límpida e fluente, o leitor irá encontrar as análises sobre a trajetória de Jaime Cortesão construídas a partir de premissas metodológicas e teóricas relacionadas à compreensão das redes de sociabilidade e aos núcleos de poder no interior dos quais os intelectuais também se firmaram e se firmam. A introdução por si só dá conta dos elementos necessários para situar Cortesão enquanto figura histórica de projeção e dos conteúdos que serão desenvolvidos posteriormente nos capítulos dedicados a decifrar e interpretar os rumos do seu pensamento e a expressividade de sua personalidade histórica. A leitura irá revelar, acredito, a

capacidade de David Ribeiro em historicizar de forma crítica a construção dos

mitos e a idealização de tipologias sociais que nada mais fazem do que impedir a visualidade dos sistemas de poder e de domínio e de implantar uma memória que se pretende hegemônica.

coeditor: Fapesp

SUMÁRIO

Introdução

Capítulo 1. Cortesão e o Brasil: exílio, sociabilidades e condições da produção intelectual

De Lisboa ao Rio, a bordo do S/S Angola, 1940: o passageiro e a bagagem

Sensibilidades, sociabilidades e condições de produção e disseminação

Cortesão e os debates brasileiros: construindo um espaço, cartografando relações

Um historiador luso-brasileiro

Capítulo 2. Percursos da escrita histórica: a narrativa da conquista do sertão, dentro e fora de uma oca Cortesão, o sertão e os caminhos da construção de uma nação

São Paulo, capital cultural: a cidade às vésperas de seu Quarto Centenário

Uma oca e uma exposição histórica

Seção I — O Descobrimento dos Litorais

Seção II — A cultura do índio e do adventício

Seção III — A fundação de São Paulo e o pré-bandeirismo

Seção IV — Bandeiras e bandeirantes

Seção V — A Capitania de São Paulo e a Expansão Mineradora

Seção VI — São Paulo e a formação dos limites do Brasil

Seção VII — São Paulo e a Independência do Brasil

Seção VIII — São Paulo no Império

Seção IX — São Paulo na República

Didática, cívica, científica — e inédita: a Exposição de História de São Paulo no quadro da produção do conhecimento

Capítulo 3. Uma historiografia das relações: especificidades da colonização portuguesa, poder e produção do conhecimento

Índios, bandeirantes e uma família luso-tupi no planalto paulista

Uma historiografia das relações: amorabilidade franciscana, luso-tropicalismo e as peculiaridades de uma colonização portuguesa

História, mediações culturais e lusofonias

Considerações finais

Fontes

Bibliografia

​ISBN: 978-85-8499-126-6
Formato: 16x23 cm​
​Paginas: 274

​Preço:R$ 50,00